A Palavra do Nosso Pároco – Junho 2021

Neste mês quero refletir com vocês sobre a Igreja e sua missão.

 

A Igreja faz parte do projeto de salvação de Deus; não só esteve na intenção de Jesus, mas também faz parte do projeto de salvação de Deus concebido desde toda a eternidade. Segundo a Constituição Dogmática Lumem Gentium (luz dos povos), desde a origem do mundo a Igreja foi prefigurada. Foi admiravelmente preparada na história do povo de Israel e na antiga aliança, e fundada nos últimos tempos, ou seja, no tempo do Jesus terreno e do Cristo Pascal. A Lumem Gentium fala de atos fundantes da Igreja: A convocação dos doze, a instituição da Eucaristia; sobretudo, o ato fundante da Igreja foram a experiência pascal e a vinda do Espírito Santo. A Igreja é a Comunidade em que o Ressuscitado está presente: “Eis que eu estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos”(Mt 28,20). Ela é a Comunidade que prolonga a sua missão redentora: “Ide, portanto, e fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e ensinando-os a observar tudo quanto vos ordenei”(Mt 28,18-19). Em Pent e cos t e s é que a Igre j a foi manifestada ao mundo. Imagens Bíblicas da Igreja: A Igreja é o povo de Deus: como o antigo povo de Deus, povo de Abraão, de Moisés e dos profetas, nós Igreja somo um povo que caminha, um povo nascido das águas do Batismo e alimentado pelo Pão da Vida, um povo que celebra a nova e eterna aliança com Deus, selada pelo sangue do cordeiro; um povo que se compromete a viver a lei do amor. A Igreja é a família de Deus, é o Corpo de Cristo (1 Cor 12,12-31; Rm 12,4-8; Ef 2,19; Ef 4,12- 16); é a videira de Cristo (Jo 15,1-17); é como um rebanho, do qual Jesus é o Pastor (Jo 10,11-15); é como uma construção, da qual Jesus é a pedra fundamental, os apóstolos o alicerce e nós, as pedras vivas (Mt 21,42; At 4,11;1Cor 3,11; Ef 2,20- 22; 1Pd2,5); é como nossa Mãe, porque nos dá a vida de Deus (Gl 4,26); é como uma esposa, que Jesus muito ama (Ap 19,7;21,12; Ef 5,26). O Papa Francisco, na alegria do Evangelho, afirma que a Igreja é uma mãe de coração aberto, que acolhe e integra, e que acompanha quem ficou caído à beira do caminho. Afirma também que prefere uma Igreja acidentada, ferida e enlameada por ter saído pelas estradas, a uma Igreja enferma pelo fechamento e a comodidade de se agarrar às próprias seguranças. O Papa Francisco quer uma Igreja em saída missionária, para oferecer a todos a vida de Jesus Cristo e as riquezas do seu Evangelho. As atuais Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, apresentam a imagem da Igreja como casa. Casa é aqui a imagem de maior proximidade às pessoas, o lugar onde vivem, mesmo àquelas que só tem a rua como casa. A Casa é a imagem do que as Diretrizes chamam de comunidades eclesiais missionárias. – Ser Igreja é viver em Comunidade. Em nossos dias é, portanto, indispensável proclamar que Jesus convoca a viver e a caminhar juntos. A vida cristã só se aprofunda e se desenvolve na comunhão fraterna. – Ser Igreja é levar à frente a missão de Jesus. A Igreja existe para servir o povo, continuando a missão de Jesus, que passou fazendo o bem a todos e curando todos os males. Sejamos cada vez mais membros vivos da Igreja de Jesus. Que tenhamos sempre mais consciência de que somos Igreja, povo de Deus reunido na unidade do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Deus abençoe a todos e a todas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui