Timber by EMSIEN-3 LTD


COMUNIDADE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA
Endereço: Av. Otávio Braga de Mesquita, 871 – Vila Fátima
Missas Dominicais: às 7h30, às 11h e às 19h00
Missas da Semana: Sexta às 7h30 – Quarta às 19h30

COMUNIDADE SÃO FRANCISCO
Endereço: Rua Síria, 384 – Jardim São Francisco
Missas: Sábado às 19h00 e 4ª terça-feira às 19h30

COMUNIDADE SÃO LUCAS
Endereço: Rua Ana Coelho da Silveira, 226 - Jardim Ipanema
Missa Dominical: às 9h15, exceto aos 4º domingos às 17h30
Missas da Semana: 2ª terça-feira às 19h30

COMUNIDADE SÃO PAULO APÓSTOLO
Endereço: Rua Fonte Boa, 173 – Vila Barros
Missa Dominical: às 9h15
Missas da Semana: 2° quinta-feira do mês nos setores da comunidade


catequese

Catequese significa fazer ecoar. Ecoar a Palavra de Deus! Ela será o verdadeiro eco da Palavra de Deus se o/a catequista deixar transbordar no seu interior aquilo que nele, nela está repercutindo. Aquele/a que ouve, por sua vez, acolhe em seu coração este transbordamento e passa também a ser um eco dessa mesma Palavra. A mistagogia significa iniciar aqueles que querem fazer a caminhada de fé na Comunidade Cristã, seguindo os passos de Jesus, nos mistérios da fé cristã, cujo centro e ápice é o próprio Jesus Cristo ressuscitado.

 

 

A Catequese Mistagógica é mais do que ponto de chegada para que os sacramentos possam ser ponto de partida e de crescimento da fé e da vivência Cristã. Este tipo de catequese supõe um envolvimento maior da comunidade dos fiéis, uma aproximação mais orante do Evangelho, uma frequência maior aos sacramentos. O aprofundamento destes mistérios celebrados na liturgia, a vivência concreta da caridade, que vai consolidar a prática da fé cristã, incorporando mais profundamente à pessoa de Jesus Cristo e integração à Comunidade darão sentido novo à catequese e ajudarão os catequizandos a experimentar e viver o verdadeiro projeto de Jesus.

 

Se realmente sonhamos com uma catequese permanente, não tem como ignorar este modelo. A Catequese com Inspiração Catecumenal tem por objetivo conduzir os catequizandos para a participação em atividades transformadoras. Não podemos nos esquecer de que a mistagogia é uma educação para o viver cristão. Não basta a Palavra, a Liturgia e a oração se não nos convertemos. Assim, é muito oportuno que os catequizandos realizem atividades que os eduquem para a caridade e o compromisso social, como atividades em prol da ecologia e visitas em instituições sociais.

 

Uma catequese mistagógica necessita de agentes mistagogos que, pela graça do Espírito, ajudem as pessoas a deixarem-se transbordar no seu interior para o encontro decisivo com o Cristo Senhor da história, aderindo ao seu Reino. Só assim teremos uma catequese viva, Querigmática, Bíblica, Celebrativa, Orante e Mistagógica!

Equipe Paroquial de Catequese

A Catequese faz parte da ação evangelizadora da Igreja (Igreja casa de Iniciação à vida cristã). É o ensinamento essencial da fé, não apenas da doutrina como também da vida, levando a uma consciente e ativa participação do mistério litúrgico e irradiando uma ação apostólica. É um processo de educação da fé em comunidade, é dinâmica, é sistemática e permanente.

catequese-guarulhos

Existe ainda muita ignorância religiosa, a catequese não chega a todos e muitas vezes chega de forma superficial, incompleta quanto aos seus conteúdos, ou puramente intelectual, sem força para transformar a vida das pessoas e de seus ambientes. Vivemos numa mudança de época que exige conversão pastoral. Uma Igreja acomodada e de simples manutenção se torna medíocre e não mais evangeliza. Há muitos batizados não evangelizados suficientemente. O número de católicos diminuiu; outros vivem como se Deus não existisse (secularismo). A mudança de época exige que o anúncio de Jesus Cristo não seja mais pressuposto, mas explicitado continuamente (Catequese permanente). O nosso modelo de catequese tradicional não consegue mais corresponder aos novos tempos.

“A catequese de iniciação não inicia, mas conclui um processo. Quando se chega ao auge do processo iniciatório, quando os adolescentes recebem a confirmação, ao invés de se inserirem na comunidade, desaparecem da Igreja, ignorando a instituição eclesial”.

Uma catequese como processo de iniciação à vida cristã ou à vida de fé consiste na experiência de um encontro pessoal com a pessoa de Jesus Cristo. O Papa Francisco insiste na importância do GUERIGMA, o primeiro anúncio:

“Na boca do catequista, volta a ressoar sempre o primeiro anúncio: “Jesus Cristo ama-te, deu a sua vida para te salvar, e agora vive contigo todos os dias para te iluminar, fortalecer, libertar… é o primeiro em sentido qualitativo, porque é o anúncio principal, aquele que sempre se tem de voltar a ouvir de diferentes formas e aquele que sempre se tem de voltar a anunciar, de uma forma ou de outra, durante a catequese, em todas as suas etapas e momentos”(Alegria do Evangelho 164)”.

O Papa acentua ainda que esse anúncio é Boa Nova: Portanto, BELO, ALEGRE, SOLIDÁRIO. A Iniciação à vida cristã visa mudança de comportamento, portanto nunca deve se considerar concluída, como se tivesse caráter de formatura cristã, pois o cristão sente necessidade de catequese permanente.

O processo de inspiração catecumenal começa a experiência da caminhada para Deus, rumo à maturidade em Cristo, dentro da comunidade cristã.

Sobre esse novo modelo de catequese com inspiração catecumenal falaremos no próximo artigo.

Ana de Souza

Com base nos documentos da Igrejatoeacao.com.br